Proteja seu dinheiro da inflação com 2 dicas infalíveis

Com certeza você já ouviu falar sobre a inflação, né. O mais comum, talvez, é percebermos ela na diferença de preços no mercado em determinado período de tempo.

 

Mas, afinal, o que é a inflação?

 

Fica com a gente até o final que vamos te contar tudo sobre esse inimigo comum do consumidor e como proteger seu dinheiro.

 

O que é a inflação?

O índice de inflação, medido pelo IPCA (Índice de preço ao consumidor amplo), está quase que constantemente nos noticiários e seu controle é feito de forma rígida pelas autoridades monetárias.

 

Segundo o autor Gregory Mankiw, em seu livro “Princípios da Macroeconomia”, ele define a inflação como:

 

“Os economistas empregam o termo inflação para descrever uma situação em que o nível de preços da economia está em ascensão. A taxa de inflação é a variação percentual do nível de preços em relação a um período anterior”

 

De maneira geral, é a perda do poder de compra dos consumidores no decorrer do tempo. A inflação mede, então, quanto o dinheiro se desvalorizou dentro de um período de análise.

 

Os principais índices de medida da inflação são o IPCA, calculado pelo IGBE e o IGP-M, da Fundação Getúlio Vargas, este último também é chamado de inflação do aluguel por ser a base que referencia a variação dos preços imobiliários.

 

Infelizmente, algumas aplicações como a poupança, por exemplo, não são feitas para proteger o investidor. E nem os bancos nem o Governo irão avisar quando você está perdendo dinheiro. Afinal, para um é mais interessante recomendações de produtos internos e para o outro, o principal é não alarmar e causar pânico à população.

 

Mas, afinal, como se proteger?

 

Dica 1 para se proteger da inflação

Existem alguns investimentos que podem ser feitos a fim de blindar seu patrimônio. Abaixo vamos falar de alguns deles:

 

Tesouro IPCA+: São títulos públicos federais pós-fixados indexados ao IPCA, ou seja, independente para onde vá, você terá seu patrimônio protegido sempre;

 

LCI: Dentro das opções de renda fixa que ganham da inflação, se destacam as Letras de Crédito Imobiliário. São emitidas por bancos privados e possuem a garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito). Existem LCIs que são pós-fixadas e atreladas ao IPCA. Não são tão fáceis de encontrar, mas é uma ótima opção para proteção do poder de compra;

 

Fundo cambial: É um fundo de investimento que possui ativos que acompanham a evolução de moedas estrangeiras. Investimentos em dólar ou fundos cambiais são maneiras de se blindar em momentos inflacionários. Assim o seu patrimônio fica protegido da desvalorização do real.

 

Estes são apenas alguns exemplos de aplicações financeiras que o protegerá da alta dos preços.

 

Dica 2 para se proteger da inflação

Outra excelente forma de se proteger é buscando investimentos cuja rentabilidade seja superior à expectativa de inflação para o período.

 

Dessa forma, a Expeer é uma excelente alternativa com o peer to peer lending imobiliário, com segurança e transparência, tudo o que o investidor precisa ter na hora de investir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Fale com a gente

×